Mobilidade Urbana Sustentável | Região do Alentejo

Mobilidade Urbana Sustentável: Centros Urbanos Complementares | Região do Alentejo

As intervenções em ambiente urbano são essenciais para melhorar as condições de conforto e segurança, reduzir a sinistralidade e reforçar a atratividade do transporte público e dos modos suaves (pedonal e bicicleta), nomeadamente através da eliminação de barreiras no acesso, da melhoria do desempenho operacional e da otimização da eficiência energética e ambiental.

 

Promovida pelo Alentejo 2020, a prioridade de investimento “Promoção de estratégias de baixo teor de carbono para todos os tipos de territórios, nomeadamente as zonas urbanas, incluindo a promoção da mobilidade urbana multimodal sustentável” enquadra-se com as seguintes tipologias de operação:

a) Construção de ciclovias ou vias pedonais, excluindo as que tenham fins de lazer como objetivo principal, podendo exigir a eliminação de pontos de acumulação de acidentes que envolvem peões e ciclistas;

b) Melhoria das soluções de bilhética integrada;

c) Investimentos em equipamento de sistemas inteligentes de controlo de tráfego rodoviário, quando comprovado o relevante contributo para a redução de GEE;

d) Melhoria da rede de interfaces de transportes urbanos públicos coletivos, tendo em especial atenção a qualidade do serviço prestado, as suas acessibilidades aos peões e bicicletas, a sua organização funcional e a sua inserção urbana no território;

e) Ações que reduzam as emissões de gases de efeitos de estufa em zonas de elevadas concentrações;

f) Estruturação de corredores urbanos de procura elevada, nomeadamente priorizando o acesso à infraestrutura por parte dos transportes públicos e dos modos suaves, criando nomeadamente corredores específicos “em sítio próprio”;

g) Adoção de sistemas de informação aos utilizadores em tempo real;

h) Desenvolvimento e aquisição de equipamento para sistemas de gestão e informação para soluções inovadoras e experimentais de transporte, adequadas à articulação entre os territórios urbanos e os territórios de baixa densidade populacional, incluindo para as soluções flexíveis de transporte com utilização de formas de energia menos poluentes.

 

A presente medida tem como beneficiários os seguintes Municípios (Centros Urbanos Complementares):

Distrito de PortalegreAlter do ChãoArronchesAvisCastelo de VideCratoFronteiraGaviãoMarvãoMonforte e Sousel

Distrito de ÉvoraAlandroalArraiolosBorbaMoraMourãoPortelRedondoViana do Alentejo e Vila Viçosa

Distrito de BejaAlmodôvarAlvitoBarrancosCubaFerreira do AlentejoMértolaOurique e Vidigueira

Distrito de SantarémAlpiarçaChamuscaGolegã e Salvaterra de Magos

Distrito de LisboaAzambuja

 

Com uma taxa máxima de cofinanciamento de 85% das despesas elegíveis, este concurso decorre entre 18 de fevereiro e 5 de abril de 2019.

De forma a conhecer melhor esta medida, aceda aqui ao anúncio de abertura.

Para obter apoio nesta matéria, deixe-nos os seus dados através do formulário abaixo, ou entre em contacto connosco através do endereço de e-mail dep.comercial@espaco-visual.pt ou através dos contactos telefónicos 224509047 / 917075852 / 924433183.