Fomentar as Iniciativas de I&D de Contexto Empresarial | Região Autónoma dos Açores

Fomentar as Iniciativas de I&D de Contexto Empresarial (Internacionalização I&D Empresas) | Região Autónoma dos Açores

O fomento dos níveis de inovação requer um reforço da interligação e das sinergias entre as empresas regionais, os centros de I&D e o ensino superior, bem como a intensificação da participação em projetos transnacionais, a constituição de parcerias internacionais e a integração em redes europeias de excelência, com o intuito de alargar as capacidades instaladas em investigação e inovação (I&I), mais fortemente orientadas para a promoção do investimento das empresas em inovação, em especial no desenvolvimento de novos processos, produtos e serviços.

 

De 6 de maio de 2019 a 31 de dezembro de 2020, a Região Autónoma dos Açores recebe o concurso Fomentar as iniciativas de I&D de contexto empresarial (Internacionalização I&D Empresas), que tem como objetivo:

a) Promover o aumento das atividades económicas intensivas em conhecimento e a criação de valor baseada na investigação e na inovação;

b) Estimular a incorporação de novos conhecimentos e capacidades que permitam o desenvolvimento de processos, serviços ou sistemas inovadores, ou de novos produtos, ou, ainda, a melhoria dos existentes, através do apoio a projetos que envolvam atividades de investigação aplicada e/ou de desenvolvimento experimental;

c) Fomentar as iniciativas de ID&I em contexto empresarial, através do apoio à participação em programas e projetos de I&D da União Europeia;

d) Aumentar os projetos e atividades de divulgação e disseminação de resultados de investigação realizadas pelas empresas regionais em cooperação com entidades de I&I internacionais.

 

 Podem beneficiar dos apoios previstos:

a) Empresas de qualquer natureza e sob qualquer forma jurídica, sendo que o beneficiário líder das operações deve ser obrigatoriamente uma PME;

b) Entidades não empresariais do SCTA, na qualidade, apenas, de copromotoras, não líderes.

 

Os custos totais elegíveis estão limitados ao valor máximo de 50 mil euros por projeto, e o incentivo a conceder, no caso das empresas, é calculado através da aplicação às despesas elegíveis de uma taxa máxima de FEDER de 50%, no caso de PME, e de 15%, no caso de Não PME.

De forma a conhecer melhor esta medida, aceda aqui ao anúncio de abertura.

Para obter apoio nesta matéria, deixe-nos os seus dados através do formulário abaixo, ou entre em contacto connosco através do endereço de e-mail dep.comercial@espaco-visual.pt ou através dos contactos telefónicos 224509047 / 917075852 / 924433183.