Avelã: Perspetivas de Rentabilidade em Território Português

Avelã: Perspetivas de Rentabilidade em Território Português

A produção mundial de avelã ultrapassa um milhão de toneladas, com a Turquia a liderar este mercado produtivo, assegurando mais de 70% da produção total (quase 800 mil toneladas). A esta, seguem-se países como a Itália, o Azerbaijão, os Estados Unidos, a China ou a Geórgia.

Atualmente, no panorama mundial, a produção nacional ainda não tem expressão significativa. Em Portugal, a cultura da avelã ocupa uma área próxima dos 400 hectares, com uma produção anual que ronda as 360 toneladas. A área de produção concentra-se nas regiões do Norte e Centro do país, em particular em toda a Beira Litoral e no distrito de Viseu, preferindo zonas frias e de média altitude.

Nos últimos anos, verificou-se uma tendência de alguns para o abandono da cultura, quer pela sua dispersão, quer pelos erros de implantação e cultivo. No entanto, verifica-se o interesse de tantos outros em aumentar a área de pomar, como uma boa alternativa a outras culturas, face à possibilidade de apresentar custos de instalação baixos, reduzidos encargos de produção, para além de se tratar de um fruto pouco perecível e de fácil conservação e transporte.

A apetência para a transformação deve-se essencialmente às suas características organoléticas, levando a que seja uma matéria-prima importante na elaboração de produtos bastante consumidos e apreciados, como é o caso dos cremes de barrar ou o dos chocolates com avelãs.

 

Inscreva-se na formação de Cultura da Aveleira da Espaço Visual e adquira competências técnicas sobre as principais operações culturais da aveleira, potenciando a rentabilidade da sua exploração.

Para obter apoio nesta matéria, entre em contacto connosco através do endereço de e-mail info@espaco-visual.pt ou através dos contactos telefónicos 962 929 498 ou 224 509 047.