Aposte na Conservação, Proteção, Promoção e Desenvolvimento do Património Cultural e Natural

Aposte na Conservação, Proteção, Promoção e Desenvolvimento do Património Cultural e Natural

Região do Alentejo necessita de promover a conservação e valorização dos ativos naturais e histórico-culturais para consolidar a região como destino turístico associado a uma oferta qualificada e ajustada às características ambientais, naturais e patrimoniais, reforçando a sua identidade de território de qualidade. Nesse sentido, a prioridade de investimento 6.3, agora com concurso aberto, tem como objetivo a conservação e valorização do património natural enquanto instrumento de sustentabilidade dos territórios, designadamente através da sua valorização turística.

 

São passíveis de financiamento as operações que contemplem projetos da tipologia abrangida pela:
a) Património Cultural: Proteção, valorização, conservação e promoção do património histórico e cultural com elevado interesse turístico, incluindo em particular aquele que já é Património da Humanidade reconhecido pela UNESCO;
b) Património Natural: Criação e requalificação de infraestruturas de apoio à valorização e visitação de Áreas Classificadas, bem como outras áreas associadas à conservação de recursos naturais, incluindo sinalética, trilhos, estruturas de observação e de relação com a natureza, unidades de visitação e de apoio ao visitante, rotas temáticas, estruturas de informação, suportes de comunicação e divulgação.

 

Com uma dotação do Fundo FEDER de 15 milhões de euros, a taxa máxima de financiamento das despesas elegíveis é de 85%. As candidaturas a este programa decorrem de 14 de janeiro30 de abril de 2019.

De forma a conhecer melhor esta medida, aceda aqui ao anúncio de abertura.

Para obter apoio nesta matéria, deixe-nos os seus dados através do formulário abaixo, ou entre em contacto connosco através do endereço de e-mail dep.comercial@espaco-visual.pt ou através dos contactos telefónicos 224509047 / 917075852 / 924433183.